17 insights para a carreira da iluminação cênica

Caro iluminado,

“Insight” para a carreira de iluminação cênica, é nosso tema de hoje!

A palavra INSIGHT tem sido adotada muito no que refere-se a assuntos de carreira, sua tradução para o português poder ser intuição, e através da intuição que temos nossa perspicácia, discernimento, obtemos conclusões, pensamos de maneira introspectiva.

A psicologia estuda também que são “flashs” de idéias que nos dão claridade, luz, a um determinado assunto, por isso são ferramentas extremamente fortes utilizados em palestras, defesas e discursos como frases de impacto, atingindo com força quem recebe as palavras.

ideaPara sua curiosidade da etimologia:

INTUIÇÃO: vem do latim “INTUITO”: que significa um olhar, uma consideração; de “INTUITUS” particípio passado de “INTUERI” que é olhar, considerar, avaliar; em que “IN”= para, sobre + “TUERI” = olhar, vigiar (dessa palavra origina-se também  TUTOR).

 

 

Gostaria de expressar sobre 17 “insights” para nossa carreira na iluminação cênica, que considero pontos importantes para analisarmos a respeito do crescimento em nosso trabalho:

1) iluminar é uma arte, portanto, existem técnicas a serem estudadas e comportamentos físico, químicos e neurais da luz no indivíduo que vê sua obra, essas limitações devem ser respeitadas (é impossível ficar no Pólo Norte sem óculos de sol, pois não há controle natural da luminosidade refletiva do gelo, lembre-se disso ao criar uma iluminação cênica);

2) conhecimentos em artes visuais é necessário para se obter um resultado mais rápido e eficaz no comportamento visual da cena, do local iluminado (um médico aprende tudo sobre o corpo humano antes de decidir a área que irá se especializar);

3) saber que nossa profissão é tão importante quanto outras, nem mais e nem menos inferior (num trabalho em equipe, para que um evento ocorra, existem funções que uma depende da outra para que se ocorra um evento, pare e analise sobre essa importância);

4) conhecimentos tecnológicos e em informática, são FERRAMENTAS essenciais para o mundo moderno (você compraria uma máquina de escrever para enviar cartas ou redigiria um currículo nela nos dias atuais?);

 5) saber trabalhar em equipe, controlando seu comportamento soberbo “do sabe tudo” (saiba que todos nós somos substituíveis, muitas vezes por profissionais mais competentes e melhores que nós, tome cuidado!);

 6) não existem fórmulas nem receitas mágicas para iluminar (fujam de cursos com profissionais que dizem ter encontrado uma receita para iluminar, isso é limitação);

7) trabalhar com cores exige conhecimento técnico, assim como encher todas as cenas com efeitos que não param de acontecer, tenha cuidado ao usá-las (a repetição de efeitos e uso de cores erradas podem deixar o visual muito chato e confunde o cérebro, passando a ser desinteressante para o espectador, ou para quem vê aquela iluminação com certa frequência);

8) esteja sempre aprendendo com profissionais que possuam mais experiência que você, independente da idade (um profissional com maior conhecimento específico numa determinada área, conhece respostas de perguntas que você fará algum dia);

9) nossa profissão é diferenciada das outras, a escolhemos por que a amamos e a fazemos com prazer (quando criança nunca falamos que seríamos iluminadores, lighting designers, descobrimos com o passar dos anos essa profissão, e a “abraçamos” para nossas vidas);

10) seja visionário! (não tem lógica trabalharmos numa profissão que somos responsáveis pela estética visual, sem “enxergamos” o visual antes dos outros);

11) tente especializar-se na área que mais goste e pesquise a fundo sobre ela, mas nunca se esqueça de ser polivalente em suas ações “lumínicas” (trabalhar com iluminação é necessário conhecer a sociedade numa ampla cultura, por acaso percebeu como um iluminador americano trabalha de forma diferente do europeu, que trabalha diferente de um asiático, que é bem diferente de um brasileiro? Tudo devido a cultura e contexto social ao qual está inserido);

12)  nossa profissão, na maioria dos casos, é efêmera, ou seja, você cria um projeto e o entrega para alguém que irá operá-lo ou manipulá-lo de alguma maneira (esteja bem ciente disso sempre e registre o máximo de informações possíveis em seu projeto);

13) nunca esqueça que segurança é primordial, seja cauteloso em qualquer trabalho, nunca arrisque-se, para isso existem normas e procedimentos de segurança (você é a primeira pessoa responsável pela sua segurança);

14) o iluminador e lighting designer, cria um projeto de iluminação e gerência a montagem do projeto, um operador conhece a fundo a console que pede para executar seu trabalho, assim como um programador especializa-se numa determinada console, assim como um engenheiro elétrico dimensiona todo o sistema de cargas elétricas, bem como o eletricista ou técnico em iluminação faz a montagem, um coreógrafo cria movimentos no espaço, um cenógrafo transforma um espaço vazio com materiais (sempre entenda que existem funções e hierarquias a serem respeitadas em seu trabalho o universo artístico, no qual grande parte de nós exercemos nossa função);

15) se você quer crescer profissionalmente busque informações e esteja sempre aberto a trocar e receber novos conceitos, ideias, “toques”, “puxões de orelha”, parabenizações, junto a outros profissionais (todos temos a aprender uns com outros, mesmo que seja como não fazer algo);

16) inove-se sempre! (sendo mais direto: não pare no tempo!)

17) agora para você, profissional, que vive reclamando que os cursos tem um valor elevado, que não tem tempo para estudar ou buscar informações, termino o post com uma frase do ex-presidente norte americano Benjamin Franklin:

“Se você acha que a instrução é cara, experimente a ignorância”.

O convido para conhecer o canal Cartilha de Iluminação no youtube, abaixo um dos vídeos agradecendo por ter passado por aqui, fica o convite para se cadastrar e receber informação sobre o universo da iluminação cênica:

 
_______________________________________________________
 
 cartilha de iluminação cênica
 
LUZ SEMPRE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *