A iluminação do entardecer voltando pra casa

À inspiração da iluminação vinda da natureza, que nos deparamos todos os dias, nos cria a possibilidade de recriá-la e utilizá-la em nossos projetos!!

Galera iluminada!!!

Há alguns meses estou passando aos poucos meu blog anterior para esta página, estou revendo e reescrevendo a grande maioria, pois, alguns deles já passam de 5, 6 anos.

Minhas percepções mudaram, algumas se mantiveram, outras foram expulsas.. rsrs… mas não parei de escrever que é uma de minhas paixões, assim como ensinar sobre a “arte da iluminação cênica”.

Encontrei este texto, lembro claramente quando o escrevi, foi no final de agosto de 2010, estava voltando de meu trabalho e me deparei com um entardecer maravilho e descrevi sobre ele:

Hoje um post diferente, para relaxar escrevo sobre uma experiência que tive nestes dias e quero dividir com vocês.
Eram por volta de 18h…. ainda existe um pouco de luz natural no ambiente, estou voltando para casa, entrando no ônibus e vejo a lua já apontando no céu.
Ela já me chama a atenção pelo seu brilho, pela altitude em que já estava e pelo seu tamanho (não sei qual fase da lua).
Até chegar em casa tem um certo tempo.. e nesse período muitas coisas acontecem, mas a luz neste dia tornou-se uma protagonista em minha rota de retorno, passo por uma rodovia grande, carinhosamente chamada de “tapetão”.
Antes de chegar mais ao centro urbano de Campinas, no qual através dos prédios buscava a imagem que havia visto há algum tempo atrás, que some por entre eles.
Desço no meu ponto, a noite já estava chegando, havia passado uns 25 minutos, e pego agora a rota a pé, bem próximo a meu apartamento, que para minha surpresa a uma quadra de casa, visualizo a lua novamente.
Só que desta vez ainda mais brilhante do que havia visto, uma imagem inesquecível em minha mente que ficou, tanto é que dedico este post a imagem.
A matiz azul escuro de finalização do dia mesclando com o negro do céu noturno, a lua já refletindo a luz  com um brilho especial, fiquei imaginando se estivesse um pouco mais afastado do centro da cidade, num campo, que aquela intensidade poderia ser maior.
Vieram na minha cabeça músicas que levam o nome deste satélite, nacionais e internacionais, e é claro a pergunta constante que faço em situações que me chamam a atenção: como fazer essa luz num ambiente cênico?
O que mais quero destacar é a visualização no dia a dia, num momento em que muitos se estressam ao retorno para casa, dentro de um ônibus ou carro, depois de um dia agitado de trabalho, uma maneira de relaxar nesse caminho.

Caso ainda não conheça meu canal, compartilho um vídeo como convite para conhecer e se inscrever, recebendo notícias sobre o universo lumínico:

cartilha de iluminação cênica

LUZ A TODOS!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *