Iluminação cênica : entenda seu VALOR x PREÇO

ILUMINAÇÃO CÊNICA

AGREGUE VALOR À SUA FUNÇÃO PARA CONVERSAR SOBRE PREÇO

Caro iluminado,

Recentemente lancei um vídeo que teve um acesso incrível e indico caso ainda não tenho visto.

Neste vídeo comento a necessidade de conhecer os diferenciais entre valor e preço de seu trabalho e/ou serviços.

Tenho formação em marketing, desde que se instituiu essa disciplina o objetivo sempre foi estudar um produto (seja ele qual for) para que se torne vendável e compreender formas de entregá-lo de maneira rentável junto a um determinado mercado.

Neste últimos anos, posso dizer com conhecimento de causa, que a iluminação cênica tem sofrido um processo mais mercadológico, descobriram um certo nicho neste mercado, os investidores estrangeiros passaram a investir no Brasil e trazer equipamentos de ponta para nossa área de entretenimento.

Um exemplo bem prático que cito são os festivais musicais que temos por aqui, nesses últimos 10 anos cresceram o número de projetos que trazem artistas internacionais em diversos segmentos do entretenimento (teatro, dança, shows, etc) e grande parte trouxe consigo o acesso à tecnologia na iluminação cênica, o que para nós profissionais da área é excelente.

Mas como todo produto, temos os aproveitadores e empresas que com um pouco mais de recurso “querem esse nicho de qualquer maneira”, compram materiais com não tanta qualidade e contratam pessoas nem tanto qualificadas, entrando com preço baixo no mercado, porém com valor agregado chegando a quase zero.

Acredito que você já tenha perdido trabalho para uma concorrência desse tipo, por isso a importância de se conhecer tecnicamente a iluminação e com isso criar um diferencial como profissional, isso é criar VALOR; a partir desse seu potencial qualificado você poderá adicionar um PREÇO para suas horas trabalhadas, seus serviços prestados e ganhar mercado em ambos os sentidos que comentei.

Vejo muitos profissionais iniciantes, que aprenderam a dominar um software e sentirem-se profissionais por isso, não questiono a função de programador, mas o fato de conhecer um sistema não faz de você um profissional da área, muitos conhecem o Power Point, mas quanto realmente se dizem profissionais nesse segmento? O fato de simplesmente dominar uma tecnologia não quer dizer que sou profissional nela.

O que acabei de comentar entra em VALOR e não preço; conhecer um novo equipamento e saber utilizá-lo é agregar VALOR à sua carreira, e não PREÇO.

Academicamente aprender que o PREÇO é gerado a partir de uma série de questões e análises, mas sabemos que na prática isso é um pouco diferente, fator como indicações e para que é o serviço contratado, devem ser levados em conta quando tratar sobre valores monetários.

Percebem que é um conjunto trabalhar com o VALOR e o PREÇO?

É isso que comento um pouco nesse vídeo, o quanto é necessário abastecer-se de conhecimento e profissionais em sua carreira que gerarão valor na função que escolher, e quando for convidado a dar seu preço tenha-o embasado nesses valores que irá agregar junto a seus trabalhos.

Assista o vídeo e entenda melhor.

cartilha de iluminação cênica

Qualquer dúvida, só entrar em contato, forte abraço.

LUZ SEMPRE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *